Para você que teve um ano ruim

31 dezembro 2016



Agora são 03:18 da madrugada e eu estou ouvindo Lenine no volume mais alto.
Por favor, dê um play e vem conversar aqui, faz favor.


Esse ano foi fácil para alguém? Acredito que até os mais desencanados se sentiram afetados por tantos acontecimentos loucos que este ano nos proporcionou até agora.



Estava pensando em como me senti afetada pelas coisas esquisitas de 2016, mas por um acaso achei de olhar as fotos do ano no celular; muitas fotos sem sentido, do tipo que eu nunca publicaria, vídeos, tudo que fotografei e que não apaguei do celular e fui me lembrando dos momentos bons que vivi em 2016. Até uma hora atrás eu estava acreditando que o ano tinha sido apenas ruim.

Quase sempre a gente se deixa levar mais pelas coisas negativas que pelas coisas positivas. Que ver um exemplo? Você pode receber comentários positivos sobre qualquer coisa que você faça, mas se receber um comentário negativo, mesmo tendo recebido outros cem positivos, você dará uma atenção enorme para a crítica.
A gente tende a deixar de focar no que é positivo para gastar energia com o que muitas vezes nos faz mal, e, por mais empoderada e bem resolvida que você seja, provavelmente experimentará essa sensação na vida.

A primeira coisa que eu quero te dizer é que você precisa relembrar as coisas boas!

Eu nem imaginava que tinha registrado tantas sensações boas, passei boa parte do ano gastando energia com as coisas que não me agradaram, mas, escrevendo e relembrando, me dei conta do que estava fazendo e achei que seria bom desviar o olhar das coisas negativas e focar nas boas lembranças. Não, isso não é sobre ignorar todas as coisas que nos deixaram fora do sério em 2016, os momentos ruins fazem parte da nossa trajetória, mas para variar, dê atenção às suas conquistas e momentos positivos que você viveu.

Apesar de clichê, um ano novo é o início de um novo ciclo e é um momento em que a gente define metas e novos sonhos. Esse exercício provoca o sentimento de que queremos transformar coisas, melhorá-las em nós e ao nosso redor. São sentimentos que nos mantém vivos e esperançosos.

Apesar de não ter sido um ano fácil, descobrimos que em meio ao caos nós somos fortes, a gente se mantém, se joga, se enfurece, chora, mas depois se recompõe e continua. Levemos isso para o novo ano!


Paciência

Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
A vida não para

Enquanto o tempo acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora vou na valsa
A vida é tão rara

Enquanto todo mundo espera a cura do mal
E a loucura finge que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência
E o mundo vai girando cada vez mais veloz
A gente espera do mundo e o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência

Será que é tempo que lhe falta pra perceber
Será que temos esse tempo pra perder
E quem quer saber
A vida é tão rara (Tão rara)
Eu sei, a vida é tão rara (a vida não para não... a vida não para)

E que venha 2017!!

Beijos, neneinnxxxx!


2 comentários:

  1. Melhor trilha sonora!! <3
    Só li verdades! A gente tende a ficar nas coisas negativas e esquece as coisas boas. Vamos melhorar isso em 2017?! VAMOOOS!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.
© Oxe me conta! por Fabi Rocha - 2017 | Todos os direitos reservados.
Base de: Laís Portal | Personalizado por: RM DESIGN | Tecnologia do Blogger.