Faz mal usar produtos com parafina ou óleo mineral na pele?

02 setembro 2016


Paraffinum Liquidum, Mineral Oil, Petrolato e Vaselina, são derivados de petróleo.
Falei sobre o uso nos cabelos aqui  e tem colinha com as variações de nomes, passa lá pra ver.

Acho difícil deixar de usar produtos com óleo mineral/ parafina, consegui deixar de usar nos cabelos, mas essas substâncias estão presentes em muitos produtos que usamos frequentemente.

A parafina é polêmica.
É um produto emoliente e muito barato, do tipo que diminui os custos de produção e, óbvio, permite que as marcas pratiquem preços mais competitivos (menores) ou que lucrem um pouco mais.
Além da polêmica dos custos, os petrolatos/óleos minerais não são biodegradáveis, e aqui a gente bate de frente com a questão da poluição do meio ambiente e de todos os malefícios que ela provoca.


Porque eu acho difícil deixar de usar?

Deixei de usar nos cabelos e para que isso acontecesse eu tive que passar por um processo de adaptação. Passo muito tempo olhando rótulos de produtos diversos por causa do blog e depois de entender mais sobre o assunto eu decidi evitar o uso.

Isso significa que eu nunca mais vou usar parafina no cabelo? Não. Significa que por hora eu não tenho usado.

Com a rotina de ler rótulos eu passei a notar que esse tipo de substância está nos produtos de maquiagem, nos removedores de maquiagem, em quase todas as mascaras de hidratação, nutrição e reconstrução capilar, em quase todos os cremes de pentear que eu encontro, em sabonetes, cremes, loções, e eu estou falando apenas dos cosméticos e produtos de beleza.

Entender sobre o assunto me permite saber o que essas substâncias provocam, como removê-las e como usá-las.

E na pele, quais os efeitos?

Na pele, a parafina forma aquela barreira, a proteção que impede a perda de água. Esse é motivo pelo qual muitas pessoas dizem que o óleo mineral é hidratante quando na verdade ele apenas impede a desidratação, mas não possui vitaminas ou nutrientes.

Vamos entender: se você usa óleo mineral na pele e logo depois aplica aquele bepantol super hidratante/umectante, a absorção dos nutrientes pode não ocorrer porque a "barreira" de óleo mineral impede a absorção.

Os sabonetes com agentes de limpeza mais pesados como o Lauryl Sulfato de Sódio, por exemplo, conseguem retirar essa barreira de óleo, da mesma forma que os shampoos com sulfatos retiram os resíduos dos cabelos. Essa é a lógica.
Para retirar é necessário fazer uma lavagem mais agressiva, um sabonete levinho de glicerina por exemplo, não é suficiente para retirar petrolatos da pele, (andei testando aqui e não deu muito certo).

Não sei ao certo se a pele reage da mesma forma que os cabelos porque a estrutura do cabelo é completamente diferente da pele, são duas coisas muito distintas.

Nossa pele tem poros e o óleo mineral gosta de se acumular, já sabemos disso. O acúmulo pode causar problemas como: obstrução das glândulas de excreção da pele, entupimento dos poros, acúmulo de gordura, facilitando assim o surgimento de cravos e espinhas, ou seja, temos aqui uns fatores negativos.

Sabemos dos fatores negativos, mas nem sempre é fácil encontrar produtos quem não contenham essas substâncias.
Para quem não quer abrir mão desse tipo de produto, o recomendado é lavar o rosto com sabonetes que tenham um poder de limpeza maior.

Os silicones insolúveis também formam a barreira na pele e também falamos sobre o uso dos silicones nos cabelos aqui, porém, silicones não são derivados de petróleo.

Com o uso de sabonetes faciais mais agressivos a pele vai ficar mais ressecada. A minha sugestão para quem faz uso desses produtos é: HIDRATE!

Após lavar o rosto, aplique hidratante, pode ser o Dexpantenol/ Bepantol puro ou faça uma mistura com óleo de coco e massageie a pele. É uma ótima alternativa, um jeito simples e acessível de hidratar a pele.

Por hoje é só, gente. Como sempre, espero ter ajudado.

Qualquer coisa é só deixar um comentário com sua dúvida, crítica ou elogio. ♡

4 comentários:

Tecnologia do Blogger.
© Oxe me conta! por Fabi Rocha - 2017 | Todos os direitos reservados.
Base de: Laís Portal | Personalizado por: RM DESIGN | Tecnologia do Blogger.